Isidro
Pardo

Isidro Pardo Varela (Viños 1936) Inquieto por natureza, já em criança amava o campo. Com apenas quatorze anos começou a trabalhar numa pequena central hidroeléctrica e em 1963 foi contratado para a Central Hidroeléctrica de Portodemouros, onde assumiu responsabilidades até se tornar subchefe central, função que exerceu até se reformar em 2001.

Ao mesmo tempo, o seu interesse pelas abelhas foi-se intensificando até alcançar uma vida totalmente ligada à apicultura. Resolve comprar uma quinta e passa o seu tempo a criar “O enredo do Abelleiro”, que mais tarde se tornou “O Museo Vivente do Mel” (O Museu Vivo do Mel), inaugurado em 1994.

A sua admiração e carinho pelas abelhas, assim como pelo mundo que as rodeia, foi transmitido à sua família e desta a todos os visitantes que queiram conhecer, não só o trabalho de recolha do mel, mas também o seu cuidado e proteção.

Detalhes da obra  

Itinerário

Etapa 27
Triacastela
Xermán Arias
Etapa 28
Sarria
Mario Mato
Etapa 29
Portomarín
Xosé Luís Carreira
Etapa 30
Melide
Isidro Pardo
Estrellas del Camino - Antón Pombo
Etapa 31
Arzúa
Antón Pombo
Etapa 32
O Pino
Maruja Varela
Etapa 33
Santiago de Compostela
Laurie Dennett